Obter dados de qualidade

A realização de oficinas de co-design, grupos focais e questionários nos permitirá ampliar as atividades de pesquisa, gerar indicadores e dados validados por e com os jovens, que servem de referência para a elaboração de marcos teóricos e produtos de pesquisa, projetos, programas e políticas públicas na região.

Desenvolver e implementar métodos que capturem as perspectivas, práticas e atitudes dos jovens

Através do aprofundamento e compreensão do ponto de vista dos jovens e suas práticas diárias, interesses e aptidões.

Aprender com o que está acontecendo nos níveis nacional e regional

Obter dados e informações de alta qualidade nos permitirá não apenas usar essas evidências para avançar na pesquisa, mas também formular recomendações de políticas educacionais nos níveis nacional e regional.

Focar nas competências digitais no contexto das principais áreas temáticas com uma visão de futuro

Para que os jovens aproveitem os benefícios que a Internet pode oferecer, além de melhor gerenciar riscos e evitar danos associados, propõe-se investigar suas habilidades digitais cultivadas em ambientes educacionais formais e informais e / ou autonomamente, levando em consideração a perspectiva de gênero e o próprio contexto sócio-histórico. Propõe-se, assim, captar as habilidades existentes que os jovens possuem, bem como identificar melhor quais habilidades eles acreditam ser cruciais, mas que não foram capazes de se desenvolver adequadamente, assim como entender de suas próprias vozes quais são as barreiras que existem para aprender estas habilidades.

Entender colaborativamente quais são as lacunas de conteúdo existentes on-line para o desenvolvimento adequado de habilidades digitais para jovens e criar conteúdo educacional relevante

As possibilidades de desenvolver habilidades digitais estão intimamente relacionadas à disponibilidade de conteúdo online. Muitas vezes, as informações de que os jovens precisam não estão disponíveis ou não têm qualidade suficiente. Nesse sentido, este projeto também propõe identificar, a partir das perspectivas dos próprios jovens, quais são as lacunas de conteúdo que impedem o desenvolvimento de competências digitais de seu interesse e, em uma segunda etapa, envolver diretamente os jovens na concepção do conteúdo (recursos educacionais on-line e conteúdo de qualidade na Wikipédia) com o objetivo de desenvolver materiais que atendam às suas necessidades, interesses e experiências.